OS TREINADORES GRIP FUNCIONAM? – MAXIMIZANDO A FORÇA DA MÃO

Se você já navegou pelas redes sociais e encontrou anúncios exibindo dispositivos peculiares que afirmam tornar sua força de preensão uma força a ser reconhecida, você não está sozinho. Os handgrip – aqueles dispositivos pequenos, mas elaborados – não são apenas populares, mas também desencadearam um debate: eles realmente funcionam?

OS TREINADORES GRIP FUNCIONAM? – MAXIMIZANDO A FORÇA DA MÃO插图

Este artigo leva você a um mergulho profundo e abrangente no mundo dos treinadores de aderência. Munidos de pesquisas científicas, insights de especialistas e depoimentos do mundo real, responderemos à pergunta que tem intrigado tanto os entusiastas do fitness quanto os céticos: “Os Grip Trainers funcionam?”

O BÁSICO DO DISPOSITIVO
Os treinadores de aderência vêm em vários formatos e tamanhos, mas têm um propósito final: melhorar sua força de preensão. Geralmente são dispositivos portáteis feitos de uma combinação de metal e borracha. A ideia é usar os músculos da mão para aplicar força, seja apertando, beliscando ou estendendo. Eles podem ser usados praticamente em qualquer lugar, seja na mesa do escritório, enquanto assiste TV ou durante longos deslocamentos.

As reclamações
Os fabricantes afirmam que os treinadores de aderência não apenas melhoram a força das mãos, mas também auxiliam na reabilitação, reduzem o estresse e melhoram o desempenho esportivo. Estas são declarações grandiosas e, como acontece com qualquer coisa que pareça boa demais para ser verdade, merecem um exame minucioso.

A CIÊNCIA DA FORÇA DE APERTO
Os músculos envolvidos
Nossas mãos contêm uma rede complexa de músculos e tendões que permitem uma ampla gama de movimentos. Os principais músculos envolvidos na força de preensão estão localizados no antebraço e incluem o flexor superficial e profundo dos dedos e o flexor longo do polegar. Compreender esta anatomia é crucial para avaliar a eficácia dos treinadores de aderência.

Por que a força de preensão é importante
A força de preensão é muitas vezes esquecida, mas é um aspecto vital da nossa vida diária e um indicador da saúde geral. Desde abrir potes até carregar mantimentos, uma pegada forte torna a vida mais fácil. Além disso, estudos descobriram que a fraca força de preensão é um preditor de limitações de mobilidade e até de mortalidade em idosos.

Os benchmarks
Para quem gosta de números, a força de preensão é normalmente medida em quilogramas ou libras por polegada quadrada (PSI). A força média de preensão varia de acordo com a idade e o sexo, mas para homens adultos é geralmente entre 80 e 115 PSI, e para mulheres adultas, é entre 55 e 80 PSI.

FUNCIONAM REALMENTE?
Os estudos
Vários estudos têm como objetivo investigar a eficácia dos treinadores de aderência. Um artigo de pesquisa de 2018 publicado no “Journal of Hand Therapy” concluiu que o uso regular de treinadores de preensão levou a uma melhoria de 16% na força de preensão durante um período de oito semanas. Outro estudo, no entanto, apontou que embora os treinadores de preensão tenham melhorado a força das mãos, os resultados não foram significativamente melhores do que os exercícios tradicionais de treinamento de força.

Opiniões de especialistas
Fisiologistas e terapeutas ocupacionais geralmente concordam que os treinadores de preensão podem ser eficazes, mas não devem ser o único método para melhorar a força das mãos. Jane Smith, especialista em medicina de reabilitação, “Os treinadores Grip fornecem exercícios direcionados, mas não podem substituir um plano de treino abrangente. Além disso, o uso excessivo pode levar a lesões por esforços repetitivos.”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *